Milho

Milho: em MT, plantio chega a 63% e lavouras apresentam boas condições

Milho: em MT, plantio chega a 63% e lavouras apresentam boas condições

O plantio do milho safrinha em Mato Grosso, maior estado produtor do cereal na segunda safra, evoluiu para 63,16% da área estimada nesta temporada, de 5,10 milhões de hectares, até a última sexta-feira, 14. As informações foram atualizadas pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea ).

Em igual período do ano anterior, os produtores mato-grossenses já haviam semeado 74,20% da área com o cereal. Em Sinop, os produtores já plantaram entre 80% a 90% da área estimada para essa safra com o cereal e a expectativa é que os trabalhos nos campos sejam finalizados dentro do mês de fevereiro, segundo reforça o presidente do Sindicato Rural de Sinop, Ilson Redivo.

“O clima tem sido favorável e as lavouras de milho apresentam boas condições até o momento. Além disso, a demanda por etanol de milho tem trazido mais estabilidade ao nosso mercado, gerando melhores oportunidades de comercialização aos produtores”, afirma Redivo.

Na região de Nova Mutum, em torno de 70% da área já foi plantada com o milho safrinha. E a perspectiva também é de conclusão da semeadura dentro do mês de fevereiro, até o dia 25. Nessa temporada, os agricultores deverão cultivar 320 mil hectares com o cereal na região.

“O que representa um aumento de 10% a 15% na área semeada com milho, especialmente puxado pela demanda vinda do setor de ração animal e de etanol de milho. As lavouras estão em excelente estado de desenvolvimento, e a perspectiva é de uma ótima segunda safra de milho”, completa Emerson Zancanaro, presidente do Sindicato Rural de Nova Mutum. ]

Ainda segundo levantamento do Imea, a região Médio-Norte lidera os trabalhos nos campos, com 74,44% da área já plantada. A região Oeste está em segundo lugar, com 68,01% da área semeada com o grão. Já no Noroeste, os agricultores cultivaram, até o momento, 64,99% da área projetada para essa safra.

No início de fevereiro, o Imea projetou a produtividade de milho nesta safra em 106,1 sacas por hectare, um recuo de 4,23% em relação à safra 2018/19. Já a produção deverá somar 32,44 milhões de toneladas, um ligeiro aumento, de 0,55%, em comparação com o volume colhido no ciclo anterior.

Fonte: Canal Rural


comentários (0)


deixe um comentário