Milho

Milho: Aprosoja participa da Abertura Nacional da Colheita do Milho em Nova Mutum

Milho: Aprosoja participa da Abertura Nacional da Colheita do Milho em Nova Mutum

Mato Grosso, maior produtor de milho do país, sediou Abertura Nacional da Colheita do Milho safra 2019/2020 em evento realizado nesta terça-feira (16.06). Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja-MT) foi representada por parte da diretoria executiva na cerimônia realizada pelo Projeto Mais Milho, que foi transmitido ao vivo pelo Canal Rural, direto da Fazenda Águas de Chapecó, em Nova Mutum.

A abertura da colheita foi comandada pelo jornalista e diretor da Abramilho, Glauber Silveira. Na ocasião, presidente da Aprosoja Mato Grosso e vice presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan, destacou a importância do milho não só para economia do estado, mas também em nível mundial. “O Brasil, especialmente Mato Grosso aqui, colhendo uma ótima safra. Sabemos que o milho é a principal cultura plantada no mundo hoje, representa mais de um terço de todos os grãos colhidos porque é um produto fundamental. E Mato Grosso, esse ano, bate um recorde histórico na safra de milho e com excelente qualidade”, apontou.

Conforme último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), os produtores mato-grossenses deverão colher 33,93 milhões de toneladas do cereal, uma alta de 9,3% em relação ao volume colhido no ciclo anterior, de 31,04 milhões de toneladas.

Também presente no evento, o vice-presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, fez uma explanação da safra atual e pontua que o cenário colocado pela a cultura do milho dá para se comparar ao da soja dentro do estado. “A importância da cultura do milho aqui no estado é muito grande. Hoje o produtor consegue diluir seu pátio de máquinas, seus funcionários, enfim, custos dentro do ano agrícola com a cultura do milho. Que teve uma grande exportação e o produtor aproveitou um pouquinho os preços lá atrás. As produtividades que começaram estão um pouco abaixo do ano passado, então é esperado que cubra os custos sim e dê um pouco de rentabilidade as lavouras de milho esse ano”, afirmou.

Em sua fala, o diretor administrativo da Aprosoja, Lucas Costa Beber, enfatizou que o produtor está cada vez mais preparado e produzindo com mais qualidade a cada safra. “O produtor tem se dedicado mais, principalmente com a instalação da agroindústria aqui no estado, que tínhamos o problema dos preços do milho em que a gente pagava maior preço pelo frete do que a própria saca, e hoje a agroindústria tem absorvido muito e tem concorrido com o milho que é exportado. Essa melhora de preço tem feito com que o produtor plantasse mais e cada vez com mais qualidade para alimentar o Brasil e o mundo”, destacou.

A produção de milho no estado tem crescido nos últimos anos e agregado renda aos produtores rurais. Produtor rural e delegado coordenador da Aprosoja, em Nova Mutum, Paulo Zen, acredita que a agroindústria deve impulsionar ainda mais esse crescimento. “ Aqui mesmo na região temos esse exemplo. A tendência é que a gente vai ter que aumentar nossa produção. E como vemos aqui o campo está respondendo a essa necessidade das indústrias. Na nossa região o clima esse ano foi bom e acredito que a gente vai ter uma boa colheita para suprir a necessidade dessas indústrias”, reforça.

A realização do evento é da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho e demais parceiros com apoio institucional da Croplife Brasil.

Fonte: Agrolink


comentários (0)


deixe um comentário